tenho medo de quem

                  só quer o meu bem

          

II Manifestação Internacional de Performance.

Belo Horizonte-MG

2009

Dur: 30 min

Performance presencial  que têm como eixo visível o corpo da performer e sua relação com os alimentos. Já o eixo invisível são as ambigüidades das relações familiares que podem variar da proteção amorosa ao aniquilamento dos sujeitos.   Uma trilha eletroacústica com paisagens sonoras, composta por Ulises Ferretti, exclusivamente para esta performance, evoca um tradicional piquenique, mas também acentua a tensão entre o texto, a situação e a ação.  O objetivo da performance é evidenciar as inúmeras faces da educação e da vida familiar.  Para tanto é utilizada a potência do corpo, a densidade do tempo, a trilha sonora como elemento portador de imagens, o ritmo da ação e sua arritmia com o texto falado - o descompasso.