que não pode ser visto

Texto autoral impresso e distribuído na saída do metrô Tiradentes.

Festival La Plataformance – Resistência em Rede.

São Paulo-SP

Abril de 2016.

Sinopse: pensar sobre o que é invisível e como através da narrativa podemos dar um corpo para o mesmo. O que não pode ser visto parte de conversas sobre o que diferentes pessoas consideram invisível e a descrição de situações que envolvem invisibilidades.

Fotografias de Rodrigo Munhoz

Mostrar Mais